Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Curiosidade Feminina

Nasci, cresci e tenho cá um feeling de que um dia vou morrer ;)

Há dias assim

 

aqui tinha falado das minhas crenças e já tinha este rascunho guardado há muito tempo, resolvi publicar depois de uma conversa com a "nossa" Mula 

Não sou religiosa, já tive o meu percurso (um pouco vasto e diverso), e neste momento acredito apenas que todos fazemos parte de um organismo, o planeta terra, em que cada ser tem a sua função à semelhança das células do nosso corpo.

Respeito as crenças de cada um e gosto que retribuam com o mesmo respeito

Nesta era em que tanto se fala em despertar, curar, elevar, existe uma ideia que me faz um pouco de confusão...o desapego!

Por isso estranho quando leio ou me falam, de que devemos elevar a nossa consciência ao sentimento de "uno", de que somos todos parte de algo mas depois dizem coisas como "ama todos de igual forma, mas pratica o desapego", "ajuda quem quiser ser ajudado mas não deixes que te perturbe", "faz a tua parte mas depois esquece, já não é teu", "cada um tem o seu karma, não podes salvar toda a gente", "É a vontade de Deus"...

 

Não pretendo ofender ninguém, mas isto soa-me tudo a ideias implementadas por alguns que estão confortáveis com a continuação deste estado caótico. Aliás, é minha plena convicção que a religião é um sistema de controlo de massas.

O achar que cada um tem o seu caminho, que é o karma de cada um, ou desígnios de deus foi o que nos trouxe até aqui...em que dormimos confortavelmente nas nossas camas quando sabemos que há crianças a sofrerem abusos sexuais, pessoas que não comem há semanas, animais maltratados, guerras disparatadas por motivos incompreensíveis que matam inocentes...

Justo seria acordarmos para o que há à nossa volta. Sentir a dor do vizinho que passa fome, da colega que sofre de violência, do amigo que perdeu um ente querido...porque assim, assim meus amigos, não haveria frases feitas, desculpas convenientes para nos fazer dormir à noite.

Empatia é a chave e devia ser A religião!

Só dessa forma a fome em África, a pedofilia no mundo, os traumas das guerras, não seriam desculpados com dogmas confortáveis. E de certeza que teríamos a mudança que tanto queremos ver...muito rapidamente!

 

(O que vale é que amanhã é feriado)

44 comentários

Comentar post

Pág. 1/2