Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Curiosidade Feminina

Nasci, cresci e tenho cá um feeling de que um dia vou morrer ;)

Curiosidade Feminina

Nasci, cresci e tenho cá um feeling de que um dia vou morrer ;)

21
Fev17

Nay pensante...ou não! #3

Nay

Eu gosto tanto do ditado "O peixe morre pela boca"

Gosto porque já me ensinou tanto.

Gosto porque é tão verdade e acaba por ser cómico! 

Temos um casal amigo, da mesma idade, que sempre insistiu que fomos pais muito cedo.

Verdade que não foi planeada mas foi uma surpresa que passou a ser muito desejada. E com 24 anos fomos pais e atrevo-me a dizer, bons pais!

Digo isto porque esses tais amigos tinham sempre algo a opinar sobre a educação que lhe demos. Nós... nós descontraidamente dizíamos "quando vocês forem pais, depois falamos".

O pior é que não falamos, não falamos porque agora que são pais de 2, um seguido ao outro, parece que já não é assim tão bom opinar. Ficam ofendidos e amuados se opinamos.

Não percebo! Então não têm eles "idade certa" para aceitar opiniões? Não têm eles "idade certa" para serem pais e fazerem tudo correcto?

Verdade é que nos rimos muito, os 3 em família.

Verdade é que sendo pais "muito novos", a nossa filha nunca fez nem metade do que os deles fazem.

Verdade é que a nossa sempre teve horários necessários para o seu crescimento, sempre soube que a hora da refeição era momento de família e não de tablet, sempre soube respeitar um não.

Verdade é que a nossa filha nunca se atirou para o chão a fazer birras ou levantou a mão quando era contrariada.

Mas que sabemos nós... que fomos pais tão novos?!? 

 

 

17
Jan17

Nay pensante...ou não! #2

Nay

Vocês sabem aquelas publicações no facebook, e outras redes sociais, a queixarem-se da inveja e do quanto os outros lhes querem mal?!?!

Claro que sabem! Todos temos amigos desses na nossa rede...confessem lá!!!!

Levantou-me uma questão existencial...

Ora a quantidade de pessoas que eu tenho "amigadas", que publicam algo do género, faz-me questionar quem realmente são os outros, os ditos invejosos?!?!?

Há tanta gente assim, a achar que realmente tem vida digna de inveja?!?!

No meio de tudo isto...quem são os invejosos? Quem?!?!?

 

Como diria o outro - Oh senhores, reduzam-se à vossa insignificância...

9a2be09dc1141130b6a32b873ec6a3f2.jpg

 

 

 

10
Jan17

Nay pensante...ou não! #1

Nay

Quando comecei a ler "A Sombra do Vento" de Carlos Ruiz Záfon, parecia que ia deixar um pouco a desejar. Era um daqueles livros que eu chamo de "recurso", enquanto não nos aparece nada de melhor.

Mas enganei-me profundamente, tem tesourinhos que adoro, que me fazem pensar e toma-los para mim.

Numa das passagens que adoro, e agora não me recordo letra por letra, diz qualquer coisa como: A grandeza de um amor vê-se naquilo que se cede e não tanto naquilo que se dá.

Numa época de aquilo que chamo "relações descartáveis", esta frase parece ainda mais verdadeira.

Tenho a sensação de que as pessoas hoje em dia separam-se "por dá cá aquela palha"...Para não ceder mais um bocadinho no lugar da cama, para não ceder um pouco do seu tempo ao outro...

No meu amor, já dei, já cedi e também já recebi, claro. E continuo a achar que vale o esforço.

Para mim aquele cliché "quem gosta de mim tem de me aceitar como sou"não faz sentido... Maltinha, nem nós nos aceitamos a 100% quanto mais uma outra pessoa que passa 24/7 connosco!!!

Todos nós mudamos ao longo da vida, chama-se crescer!

Sempre disse que a inteligência é a capacidade de nos adaptarmos a toda e qualquer situação. Há que ter inteligência para saber o que devemos ou não mudar, para funcionar-mos como casal. E como é lógico deve ser recíproco.

Se fazemos tudo isso diariamente por outras pessoas, porque não fazer de ânimo leve pela pessoa que amamos ?!

 

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D